18 de novembro de 2011

Como tratei a fascite plantar

Tive fascite plantar por 3 vezes.

A primeira vez foi em 2001, quando voltei ao Rio e comecei a correr de bobeira. Nossa !!! Fiz um estrago no pé. Acho que fiquei quase um ano com a maldita.
Fiz tanta coisa, que dá até medo de lembrar.
No final, consegui me livrar e não sei como.

Em 2008, tive novamente, depois que voltei a correr.
Foi um belo estrago e consegui curar com acupuntura, muita acupuntura.

Não me lembro quando foi a última vez que ela apareceu de um jeito mais sério.
Mas, sei até hoje como eu a tratei. Sinceramente, não tem mistério.
Mas, claro, que atacar o problema logo de cara tem um efeito diferente de atacar quando a fáscia da sola do pé já está uma pedra.

O que eu fiz?

Esse alongamento.



Mais de perto ...



Fora o alongamento, o que ajuda muito a soltar a fáscia é a massagem com a "bola de cachorro". Se você trabalha sentado, massageie o máximo que for possível. Se encontrar algum ponto que dói um pouco mais massageie mais esse lugar.



Ah, também vale lembrar que o alongamento de toda a cadeia posterior é super importante. Alongue a panturrilha e o posterior de coxa.

Melhoras !!!!!!!


Postar um comentário